O que considerar na hora de fazer o cálculo de TCO?
abril 26, 2017
Como educar seus colaboradores para o Cloud Computing?
maio 9, 2017

6 dicas para uma redução de custos com a infraestrutura de TI

Em tempos de crise, a palavra de ordem na grande maioria das empresas é redução de custos, e o setor de TI não escapa ileso desta estratégia.

Porém, é preciso muito cuidado ao diminuir custos, para que esta redução não comprometa a qualidade e a segurança dos serviços oferecidos.

Graças à grande flexibilidade e oferta de soluções no mercado, algumas estratégias podem ser criadas para garantir que a TI continue operando com a mesma qualidade e menos investimentos. Para que isto aconteça, veja estas 6 dicas infalíveis.

#1 Migre os serviços para Cloud Computing

Quando se fala em redução de custos, a migração para Cloud Computing acaba sendo a primeira opção devido à facilidade de contratação dos serviços e migração do ambiente.

Um dos maiores benefícios na adoção de Cloud Computing é o baixo TCO (sigla em inglês para Custo Total de Propriedade). Isto significa que não é mais necessário realizar grandes investimentos iniciais. Ao contratar serviços na nuvem, a empresa paga apenas uma mensalidade pelos recursos utilizados, evitando, assim, grandes desembolsos que possam comprometer o fluxo de caixa.

#2 Terceirize serviços operacionais

Serviços de rotina que não estão diretamente relacionados às questões estratégicas do negócio podem ser facilmente terceirizados. Esta terceirização, normalmente, resulta em menos custo com mão de obra e é responsável por grande parte da economia gerada com TI.

Serviços como suporte e atendimento aos usuários são as primeiras opções a serem terceirizadas. Porém, é preciso cuidado ao escolher a empresa que irá realizar estes processos, de forma a garantir a mesma qualidade na entrega e no tempo de resposta.

#3 Automatize tarefas de rotina

Algumas tarefas de rotina de TI não precisam nem ser terceirizadas, mas, sim, automatizadas. Rotinas de backup, monitoramento e atualização de sistemas podem ser facilmente automatizadas com o uso das ferramentas corretas.

Esta automação resulta em maior produtividade e menor necessidade de mão de obra, tanto própria quanto terceirizada.

#4 Tenha um monitoramento eficaz

Falando em monitoramento, este é um dos serviços mais importantes na TI para evitar uma série de custos adicionais.

É com um bom monitoramento que a equipe de TI detecta anomalias no ambiente e prevê eventuais falhas, que, inclusive, podem colocar em risco a produtividade do negócio e gerar gastos não previstos com manutenção.

Apesar de exigir um pequeno investimento inicial, uma boa solução de monitoramento é capaz de promover a redução de custos com suporte e ajudar os gestores a criarem um plano de investimento e prevenção.

#5 Busque novas opções de software

Licenças de software são responsáveis por uma parte considerável dos custos com TI. Porém, muitos softwares, hoje, podem ser substituídos por versões gratuitas ou com valor reduzido.

Faça um levantamento de quando sua empresa gasta com licenciamento e verifique opções substitutas para cada software pago. Antes de migrar, faça uma bateria de testes para garantir que a nova versão escolhida atende a todos os requisitos do negócio.

Em alguns casos, o mesmo sistema pode ser vendido de diversas maneiras. Por isso, procure um representante e reavalie o contrato da sua empresa – pode ser que, dessa forma, seja identificada uma maneira mais em conta de utilizar a mesma solução.

#6 Tenha um inventário sempre atualizado

Não somente com os softwares licenciados, mas procure manter um inventário atualizado de todos os recursos de TI da sua empresa. Esse inventário ajuda os gestores e sua equipe a identificarem quais recursos a empresa possui e como eles podem ser alocados.

Dessa forma, a equipe de TI evita fazer a compra de soluções que poderiam ser utilizadas com recursos já existentes, e reduz a necessidade de investimentos desnecessários.

Com um inventário atualizado, equipamentos com maior tempo de uso podem ser alocados para serviços menos críticos e com menos complexidade. Da mesma maneira, as licenças de software já compradas podem ser utilizadas por usuários que não precisem das soluções mais atualizadas, não sendo necessário renovar o licenciamento em todo o ambiente.

Fazer uma redução de custos com TI é sempre um grande desafio, pois, cada vez  mais as empresas dependem da tecnologia para desenvolver suas estratégias e operar seus negócios.

Para atingir seus objetivos, defina uma estratégia que seja capaz de promover a redução de custos e manter a qualidade ao mesmo tempo. Mantenha o foco, alinhe os objetivos com a equipe e, com certeza, será possível alcançar os resultados esperados.

Gostou deste artigo? Deixe seus comentários e até a próxima. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *