Apostar em nuvem híbrida, pública ou compartilhada?
maio 26, 2017
Por que apostar nas boas práticas de TI?
junho 5, 2017

5 lições que só as empresas que já adotaram a Cloud Computing podem ensinar

A evolução das soluções de Cloud Computing nos últimos anos é notória, e muitos gestores de TI já perceberam que a migração do seu ambiente local para a nuvem é apenas uma questão de tempo.

São diversas as razões que levam uma empresa a migrar seus serviços para nuvem, que vão desde a redução de custos com TI até a maior flexibilidade na gestão do ambiente. Porém, mesmo com uma série de vantagens, a adoção de Cloud Computing requer alguns cuidados para garantir a tranquilidade e economia esperada pelos gestores.

Empresas que já passaram por um processo de adoção de serviços de Cloud Computing podem ensinar com as suas experiência quais os aspectos mais importantes para garantir uma migração segura e tranquila. Preparamos uma lista com as principais lições. Acompanhe.

#1 Planejamento é tudo

Assim como em todo projeto, o planejamento é uma das etapas mais importantes para uma empresa ao adotar Cloud Computing. Ela é fundamental porque um bom planejamento faz com que os gestores analisem os riscos do projeto, os impactos de cada fase e criem um cronograma de serviços, fundamental para o acompanhamento das ações.

É importante destacar que cada serviço de TI possui suas particularidades técnicas e funcionais. Quanto maior a complexidade e a importância destes serviços para o negócio, maior deve ser o cuidado na migração para nuvem. Dessa forma, é na fase de planejamento que os responsáveis irão avaliar os impactos da mudança e criar ações que venham a minimizar os riscos de uma migração.

#2 Faça uma migração de forma gradual

É fundamental que, ainda na fase de planejamento, seja criado um cronograma que faça a adoção de Cloud Computing de forma gradual.

Por maiores que sejam as vantagens dessa tecnologia, existe um determinado período de adaptação, até que todos os ajustes técnicos estejam finalizados. Esta adaptação também existe por parte dos usuários, que precisam se acostumar com um novo modelo de trabalho.

Empresas que migram vários serviços de forma simultânea enfrentam dificuldades em manter o alto volume de chamados com dúvidas, ao mesmo tempo em que precisam fazer os devidos ajustes para garantir a qualidade dos serviços.

#3 Mantenha uma conexão estável e segura com a internet

Isto parece óbvio, mas quanto mais serviços estiverem na nuvem, maior será o consumo dos links de internet. Muitas empresas erram ao fazer o dimensionamento da capacidade do link e enfrentam problemas na qualidade dos serviços.

Além do volume de serviços e usuários que utilizarão Cloud Computing, leve em consideração os horários de maior uso de cada serviço e considere as oscilações das conexões. Sempre que possível, tenha uma segunda opção disponível para maior segurança na disponibilidade dos serviços.

#4 Teste e valide muito bem todos os serviços a serem migrados

Testar cada serviço é fundamental antes de uma mudança para Cloud Computing. A fase de testes permite à equipe de TI avaliar quais os requisitos técnicos de cada recurso e o quanto cada um exige da capacidade dos links de internet.

As empresas que já adotaram Cloud Computing recomendam muita atenção nesta etapa, pois muitos recursos exigem a liberação de portas específicas e se comunicam com outros serviços, sendo necessária uma série de configurações antes de uma migração para nuvem.

#5 Mantenha uma boa comunicação com os usuários

Usuários de TI costumam ser mais resistentes a mudanças, especialmente quanto elas impactam na forma como eles realizam suas tarefas no dia a ida.

Para evitar desgastes com os usuários e garantir mais tranquilidade em todas as etapas de uma migração para Cloud Computing, mantenha uma boa comunicação com os usuários. Procure explicar quais as razões para a empresa estar migrando seus serviços, os impactos para o negócio e como esta mudança pode trazer benefícios para o próprio colaborador, como maior mobilidade e segurança.

Cada vez mais, a qualidade dos serviços de Cloud Computing tem evoluído para oferecer mais comodidade e segurança aos seus usuários. De qualquer forma, estas lições apresentadas por empresas que já passaram por este processo servem de aprendizado para outras, que, da mesma forma, devem pontuar suas falhas para que elas não se repitam nas próximas migrações.

Gostou deste artigo? Deixe seus comentários e até a próxima. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *